Projetos nacionais.

Projetos Desenvolvidos pelo Brasil todo.

PROGRAMA AMBIENTAL E DE OTIMIZAÇÃO VIÁRIA DE SOROCABA

O objetivo geral é melhorar as condições de infraestrutura urbana, dando continuidade à ampliação e revitalização da rede viária, a otimização do sistema de transporte coletivo e, também, disponibilizando espaços para lazer cultura e preservação ambiental, tendo como “leitmotiv” uma melhor qualidade de vida da população.

De forma mais especifica, o Programa objetiva:

  • Eliminar ou reduzir danos à infraestrutura pública e comunitária e ao patrimônio privado e a preservação ambiental do córrego Itanguá.
  • Melhorar as condições de circulação de veículos e pedestres na área do programa de forma integrada ao Plano Municipal de Mobilidade.

As principais metas preliminares do Programa são:

  • Atender com infraestrutura de drenagem a 20% da população da cidade.
  • Ampliar ou recuperar 5% da área pavimentada da cidade.

As intervenções físicas do programa compreenderão obras a serem executadas em várias regiões de Sorocaba, todos pertencentes à área urbana do município, localizado no Estado de São Paulo. Apresenta-se também um mapa com a localização das intervenções.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 140.000,00 (cento e quarenta milhões de dólares) dos Estados Unidos da América, dos quais US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares) provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado pelo Município de Sorocaba com a Corporação Andina de Fomento – CAF, e o restante, US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares) correspondente à contrapartida local, de responsabilidade do Município de Sorocaba (Tabela 1) a ser executado no período de três anos.

As intervenções físicas do programa compreenderão obras a serem executadas em várias regiões de Sorocaba, todos pertencentes à área urbana do município, localizado no Estado de São Paulo. Apresenta-se também um mapa com a localização das intervenções.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 140.000,00 (cento e quarenta milhões de dólares) dos Estados Unidos da América, dos quais US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares) provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado pelo Município de Sorocaba com a Corporação Andina de Fomento – CAF, e o restante, US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares) correspondente à contrapartida local, de responsabilidade do Município de Sorocaba (Tabela 1) a ser executado no período de três anos.

Programa de desenvolvimento do turismo sustentável no Estado do Tocantins – PRODETUR

O PRODETUR NACIONAL – TOCANTINS, programa desenvolvido em 2015, que objetiva o desenvolvimento do turismo em bases sustentáveis, contribuindo, não só, para o crescimento econômico, como também, para melhoria da qualidade de vida do povo tocantinense, promovendo, dentre outras medidas, o melhoramento das condições de transporte na rede estadual, o fomento de arranjos produtivos locais do turismo e o envolvimento das comunidades locais nos polos turísticos do Cantão, Jalapão e Palmas.

O Governo do Estado do Tocantins pleiteia junto à Banco de Desenvolvimento da América Latina – CAF, Agência Financiadora, recursos para implementação do Programa de Desenvolvimento do Turismo Sustentável no Estado do Tocantins – PRODETUR – TOCANTINS. A fonte dos recursos foi estabelecida pela Recomendação da COFIEX nº 1.225 de dezembro de 2010, conforme descrito abaixo:

De forma mais especifica, o Programa objetiva:

  • Total do Programa: US$ 120.000.000,00.
  • Fonte Externa: Até US$ 72.000.000,00 (60%): Corporación Andina de Fomento – CAF.
  • Fonte Interna: Até US$ 48.000.000,00 (40%): Governo do Estado de Tocantins.

Implantação da Cidade Universitária do Estado do Amazonas

Objetivo Geral

Fomentar o ensino superior, o desenvolvimento, a pesquisa e as transferências de tecnologias, por meio da construção de uma cidade universitária no município de Iranduba a qual, beneficiará toda região metropolitana, como também a todo Estado do Amazonas. Ao passo que atenderá as necessidades e as demandas do espaço acadêmico conciliando a sociobiodiversidade, dinamizando a região e revitalizando as relações sociais e econômicas do cenário amazônico.

De forma mais especifica, o Programa objetiva:

  • Construir infraestrutura urbana com drenagem e pavimentação, que permita o acesso, criação e consolidação de uma comunidade acadêmica na CIDU.
  • Construir alojamentos com capacidade para 6.000 alunos.
  • Erguer edificações de uso comum, tais como: Reitoria, biblioteca, refeitório dentre outros.
  • Implantar rede de esgotamento sanitário e seu tratamento.
  • Implantar rede de abastecimento de água.
  • Desenvolver o reflorestamento das áreas afetadas pelo projeto.

Programa de integração, mobilidade e desenvolvimento da Cidade de Manaus – PIMD

Objetivo Geral

O Programa de Integração, Mobilidade e Desenvolvimento da Cidade de Manaus – PIMD tem como objetivo geral contribuir para o desenvolvimento do município, mediante a criação novos espaços públicos destinados a integração da população local, turistas e meio ambiente, através da convivência social na prática de esporte e lazer; melhorar a mobilidade urbana da cidade através de maior fluidez no trânsito; e ampliar a oferta de transporte coletivo através de espaços públicos adequados.

De modo específico, o programa objetiva desenvolver ações de readequação e/ou criação de espaços públicos voltados ao turismo e lazer da população, em áreas que hoje não são utilizadas, ou estão sendo utilizadas de maneira precária.

Facilitar a integração de um sistema viário existente, através da implantação de dois complexos viários que interligam Zonas importantes da Cidade.

Com isso, espera-se alcançar sensível aumento de visitantes as áreas de lazer previstos no programa, diminuição dos custos de transportes, a redução no tempo das viagens e os custos de operação e de manutenção dos veículos, como também, os índices de acidentes de tráfego entre outros resultados mais expressivos, que se encontram contidos no estudo de viabilidade em anexo.

Como parte da estratégia geral do Programa, foi prevista a implementação de ações de fortalecimento institucional no município de Manaus, de modo a lhe propiciar condições de exercer suas funções com eficiência ainda maior na gestão de todo o Programa.

As intervenções físicas do Programa compreenderão obras a serem executadas em várias regiões da cidade.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 200.000,00 (duzentos milhões de dólares) dos Estados Unidos da América, dos quais US$ 100.000,00 (cem milhões de dólares) provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado com a CAF, e o restante, US$ 100.000,00 (cem milhões de dólares), correspondente à contrapartida local, de responsabilidade do Município de Manaus.

Projeto de revitalização urbana em bairros de Maceió

Objetivo Geral

O Projeto tem como objetivo geral ampliar o Saneamento básico no município, a partir da implantação de rede coletora de esgoto e tratamento de riachos que recebem contribuições indevidas de esgoto, bem como propiciar melhorias na mobilidade urbana, a partir da construção de novas vias que interligarão bairros importantes da cidade, oferecendo melhores alternativas aos pedestres, ciclistas e condutores de veículos, reduzindo-se os congestionamentos verificados, interligando regiões isoladas e propiciando o seu desenvolvimento socioeconômico.

Objetivos Específicos

  • Reurbanizar 3.300 m de orla marítima.
  • Implantar 130.868,71 m de extensão de rede coletora de esgoto.
  • Tratar, através da técnica de jardins filtrantes, as águas dos riachos Salgadino e Águas Férras numa extensão total e aproximada de 2,3km.
  • Redirecionar 11 pontos de lançamento de águas pluviais na orla da Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara, para tramento no riacho Salgadinho.
  • Implantar 13.990 m de eixos viários.
  • Pavimentar e drenar vias numa extensão de 72.893,36 m.

Desta forma, ampliar-se-á consideravelmente a oferta de Saneamento básico à população, contribuindo para o Índice de Desenvolvimento Urbano, bem como fortalecimento do turismo na capital alagoana. Quanto à mobilidade urbana, espera-se reduzir sensívelmente os custos de transporte, os tempos de viagem e os custos de operação e de manutenção de veículos, bem como os índices de acidente e tráfego, dentre outros resultados que serão observados no estudo de viabilidade a ser apresentado posteriormente.

Como parte da estratégia geral do Projeto é prevista a implementação de ações de fortalecimento institucional do Município, de modo a propiciar-lhe condições de exercer suas funções com eficiência e eficácia.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 140.000.000,00 (cento e quarenta milhões de dólares americanos), dos quais US$ 70.000.000,00 (setenta milhões de dólares americanos), provenientes daquela destacada agência de desenvolvimento e US$ 70.000.000,00 (setenta milhões de dólares americanos) correspondente à contrapartida local.

Programa de ampliação e fortalecimento da infraestrutura rodoviária do Estado da Paraíba

O Programa Caminhos da Paraíba – Etapa II tem como objetivo geral contribuir para o desenvolvimento do Estado, mediante a expansão e melhoria da infraestrutura de transportes, consoante as proposições do Plano Estratégico de consolidação dos eixos integrados, instituído pelo Governo paraibano.

De modo específico, o programa objetiva eliminar gargalos no sistema rodoviário estadual, por meio da ampliação e da requalificação da malha rodoviária pavimentada.

Nesse sentido, serão pavimentados e restaurados 1.308,30 quilômetros de 62 trechos de rodovias, com obras de restauração ou de implantação de pavimento.

Com isso, espera-se alcançar sensível diminuição dos custos de transportes. A redução nos tempo de viagem e os custos de operação e de manutenção dos veículos, como também, os índices de acidentes de tráfego entre outros resultados mais expressivos, estão contidos no estudo de viabilidade.

Como parte da estratégia geral do Programa prevê-se a implementação de ações de fortalecimento institucional do DER/ PB, de modo a propiciar-lhe condições de exercer suas funções com eficiência ainda maior na gestão de todo o sistema rodoviário estadual e, em particular, na execução do Programa.

As intervenções físicas do Programa compreenderão obras a serem executadas em várias regiões da Paraíba.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 358.000,00 (trezentos e cinquenta e oito milhões de dólares) dos Estados Unidos da América, dos quais US$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta milhões de dólares) provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado pelo Estado da Paraíba com a CAF, e o restante, US$ 108.000,00 (cento e oito milhões de dólares), correspondente à contrapartida local, de responsabilidade do Estado da Paraíba.

Programa de Desenvolvimento Urbano na Cidade de Atibaia – Moderniza Atibaia

O Programa tem como objetivo geral regularizar o abastecimento de água tratada à população, elevando a oferta e qualidade da água potável distribuída, como também, proporcionar maior segurança contra inundações nos períodos de chuva nos principais córregos da cidade, e por fim, proporcionar melhores condições de mobilidade urbana com a modernização do sistema viário para veículos, ciclistas e pedestres, e implantação de equipamentos de acessibilidade.

Objetivos Específicos

  • Aumento de oferta de água tratada ao município, ampliando sua capacidade de distribuição e melhorando a sua qualidade.
  • Aumento de domicílios atendidos com água tratada e com isso, aumentando o número de conexões realizadas.
  • Aumento da área pavimentada do município, integrando os bairros contemplados no Programa, garantindo maior mobilidade, acessibilidade e integração urbana em suas vias.
  • Construção de canais na região central da cidade, aumentando a área canalizada, trazendo mais segurança à população contra inundações nos períodos de chuva com a construção de canais nos dois principais córregos do município.
  • Redução das áreas inundadas no município, diminuindo a quantidades de imóveis atingidos e prejudicados com as chuvas.

Desta forma, ampliar-se-á consideravelmente a oferta de água tratada à população, contribuindo para o Índice de Desenvolvimento Urbano.

Quanto à mobilidade urbana, espera-se reduzir sensivelmente os custos de transporte, os tempos de viagem e os custos de operação e de manutenção de veículos, bem como os índices de acidentes e tráfegos, dentre outros resultados que serão observados no estudo de viabilidade a ser apresentado posteriormente.

Como complemento as atividades do programa, estão previstos a implementação de ações de fortalecimento institucional ao Município, de modo a propiciar-lhe condições de exercer suas funções com eficiência.

Assim, tem-se que o valor total dos investimentos previstos para o Programa alcança a importância de US$ 69.274.664,00 (sessenta e nove milhões duzentos e setenta e quatro mil seiscentos e sessenta e quatro dólares norte americanos). A parte Financiada do Programa, é junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata – FONPLATA para investimentos na ordem de US$ 34.637.323,00 (trinta e quatro milhões seiscentos e trinta e sete mil trezentos e vinte e três dólares norte americanos).

Programa de mobilidade urbana e reurbanizacão da orla em Jaboatão dos Guararapes PE

Objetivos

Realizar obras de infraestrutura necessárias à melhoria da qualidade de vida da população, por meio da ampliação das oportunidades de mobilidade da população e da reconfiguração da orla do Jaboatão dos Guararapes/PE, dotando o município das condições propícias ao incremento das suas receitas.

Objetivos Específicos

  • Promover a reconfiguração urbana e ambiental da orla, dotando o município de um equipamento público para toda a população, consolidando a ação de engorda da praia, por meio da implantação de um Parque Linear voltado ao atendimento das demandas de turismo, cultura e de lazer.
  • Dotar o município de infraestrutura urbana viária que permita a melhoria do acesso aos meios de transporte, facilitando o deslocamento da população, incrementando a integração entre os bairros e a mobilidade das pessoas.
  • Ampliar o incremento das receitas próprias provenientes da expansão das oportunidades econômicas decorrentes da nova infraestrutura implantada.
  • Reurbanizar 8,94km de Orla Marítima.
  • Realizar drenagem em 82.255m de extenção e a pavimentação das obras financiadas em 38.294m e de contrapartida em 32.141m, totalizando 70.435m.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 114.585.852,00 (cento e qutorze milhões quinhentos e oitenta e cinco mil oitocentos e cinquenta e dois dólares americanos), dos quais US$ 57.292.926,00 (cinquenta e sete milhões duzentos e noventa e dois mil novecentos e vinte e seis dólares americanos), provenientes daquela destacada agência de desenvolvimento e US$ 57.292.926,00 (cinquenta e sete milhões duzentos e noventa e dois mil novecentos e vinte e seis dólares americanos correspondente à contrapartida local.

Programa de recomposição de pavimento asfáltica de Campo Grande

O objetivo geral é melhorar as condições de infraestrutura urbana, dando continuidade à ampliação e revitalização da rede viária, a otimização do sistema de transporte coletivo e, também incentivando a geração de emprego e renda, com vistas à inclusão social e produtiva e ao desenvolvimento sustentável das áreas de intervenção, preservando áreas ambientais, tendo como “leitmotiv” uma melhor qualidade de vida da população.

De forma mais especifica, o Programa objetiva:

  • Eliminar gargalos no sistema viário municipal, por meio da recomposição da malha viária promovendo a dinamização econômica da área central e a qualificação dos espaços públicos como forma de resgatar o valor sócio-cultural.
  • Aumentar a eficiência do transporte público e mobilidade.
  • Melhorar as condições de circulação de veículos e pedestres na área do programa de forma integrada ao Plano Municipal de Mobilidade.

O Orçamento Total do Programa equivale a US$ 140.000,00 (cento e quarenta milhões de dólares) dos Estados Unidos da América, dos quais US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares) provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande com a CAF, e o restante, US$ 70.000,00 (setenta milhões de dólares), correspondente à contrapartida local, de responsabilidade da Prefeitura de Campo Grande a ser executado no período de quatro anos.

Programa de Desenvolvimento Urbano na Cidade de Campinas – Avança Campinas

1. Programa

1.1. Título

1. Programa

Programa de Desenvolvimento Urbano na Cidade de Campinas – Avança Campinas

1.2. Título Abreviado

Avança Campinas

1.3. Mutuário

Prefeitura Municipal de Campinas – SP

1.4. Tipo Operação

Operação de crédito externo

1.5. Projeto/Objetivo

Objetivo Geral

O objetivo geral do Programa visa promover, nas áreas selecionadas, uma série de melhorias na infraestrutura básica do município, reduzindo o tempo de locomoção no uso do transporte público e privado, a redução da emissão de gás carbônico no meio ambiente, a qualidade no transporte de passageiros portadores de necessidades especiais, a segurança viária no uso do transporte urbano, gerando o desenvolvimento e inovação em suas ações.

Objetivos Específicos

  • Reduzir o tempo de percurso entre as extremidades atendidas no Programa.
  • Aumentar a velocidade média dos veículos, dando mais fluidez ao trânsito.
  • Reduzir a emissão de gás carbônico no meio ambiente.
  • Criar rotas alternativas de forma a possibilitar a circulação de ônibus rodoviários, a maioria dos fretados e os veículos de carga, que não demandam o centro.
  • Aumentar o número de transporte coletivo em atendimento a população.
  • Aumentar e garantir a acessibilidade no serviço público de transporte de passageiros.
  • Aumentar a malha cicloviária do município.
  • Desenvolver e integrar eixos ciclo viários em diferentes pontos do município.
  • Redução do custo de transporte para o usuário ciclista.
  • Diminuição dos gastos anuais com manutenção de vias públicas.
  • Reduzir pontos de alagamentos.
  • Eliminar gargalos no sistema viário municipal, por meio da implantação um Sistema Inteligente de Transporte e em uma Central de Monitoramento de trânsito e Transporte, de pavimentação e drenagem de novas vias, proporcionando ainda preservação ambiental e busca do meio ambiente ecologicamente equilibrado.
  • Total do Programa: US$ 142.500.000,00.
  • Fonte Externa: Até US$ 114.000.000,00 (80%): NDB – FONPLATA.
  • Fonte Interna: Até US$ 28.500.000,00 (20%): Prefeitura Municipal de Campinas.

Projeto de Transporte e Mobilidade Urbana de Criciúma/SC

1.1. Título do projeto

Projeto de Transporte e Mobilidade Urbana de Criciúma/SC.

1.2. Título Abreviado

CRICIÚMA EM MOVIMENTO.

1.3. Tipo Operação

Operação de crédito externo.

1.4. Agência Financiadora

Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata – FONPLATA, cuja escolha como fonte de financiamento decorre dos seguintes fatos principais: i) o Organismo ter firmado tradição em apoiar a execução de projetos dessa natureza no Brasil; ii) as recentes transformações nele operadas no sentido de conferir maior agilidade e eficiência na preparação, implementação e avaliação da execução da operação de crédito e dos projetos; iii) as condições financeiras por ele praticadas são amplamente favoráveis, tanto no que concerne ao custo do financiamento (atualmente Libor mais 2,74% a.a.), quanto do prazo para cumprimento do serviço da dívida.

No que se refere as tratativas com o banco, foi realizada no dia 6 de maio de 2015, a missão do FONPLATA de Identificação do Projeto, cujo propósito foi o de “obter conhecimento sobre a solicitação de financiamento do “Projeto de Transporte e Mobilidade Urbana de Criciúma”, de forma a avançar em sua concepção e definir um calendário de planejamento da operação, estando a mesma sujeita à aprovação da correspondente Carta-Consulta por parte da Secretaria de Assuntos Internacionais.” A simples realização da missão demonstra o interesse já reafirmado pelo Organismo em financiar o Projeto.

1.5. Mutuário

Município de Criciúma, Estado de Santa Catarina, Brasil.

1.6. Custo Total do Projeto e Fontes dos Recursos

O orçamento do projeto totaliza US$ 34.500.000,00 (trinta e quatro milhões e quinhentos mil dólares dos Estados Unidos da América), equivalentes a R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais), adotando-se taxa de câmbio base de US$ 1,00 = R$ 2,90. Destes, US$ 17.250.000,00 (dezessete m ilhões, duzentos e cinquenta mil dólares dos Estados Unidos da América), equivalentes a R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais), referem-se a recursos provenientes de acordo de empréstimo a ser celebrado pelo Município de Criciúma com o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata – FONPLATA, e os 50% restantes correspondem à contrapartida local de responsabilidade do Município de Criciúma/SC.

1.7.Fonte dos recursos da contrapartida local

O município possui recursos próprios garantidos por meio do Plano Plurianual (PPA), conforme lei 6.348 de 21 de outubro de 2013 onde são elencadas as obras de contrapartida, conforme apresentado a seguir.

Consoante se pode notar algumas das obras deste projeto já constam do Plano Plurianual 2014 a 2017, a saber: Pavimentação das Ruas João Cirimbeli, Avenida Virginio Conti, Rua Leonardo Bialeck e Rua Antonio Scoti.

Outras obras, tais como Av. Assembleia de Deus, Parque dos Imigrantes e Elevado do São Luís já estão em andamento ou fase final de licitação, com recursos provenientes de convênios com o governo do Estado de Santa Catarina. Já para a ligação das Ruas Ezio Lima e Monteiro Lobato, os recursos são oriundos de emenda parlamentar.

Programa de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano de Sorocaba – Desenvolve Sorocaba

1. PROGRAMA

1.1. TÍTULO

PROGRAMA DE MOBILIDADE E DESENVOLVIMENTO URBANO DE SOROCABA – DESENVOLVE SOROCABA

1.2. Título Abreviado

DESENVOLVE SOROCABA

1.3. MUTUÁRIO

Prefeitura de Sorocaba – SP

1.4. Tipo Operação

Operação de crédito externo.

2.5. DESCRIÇÃO E OBJETIVOS

Objetivo Geral:

O objetivo geral do Programa visa promover a melhoria da qualidade de vida da população, promovendo maior integração da malha viária urbana da cidade, aumentando dessa forma sua capacidade de desenvolvimento social, ambiental, cultural e econômico.

  • Aumentar a velocidade média nos deslocamentos, reduzindo sensivelmente os tempos de percurso entre as extremidades atendidas no Programa.
  • Criar rotas alternativas de forma a possibilitar melhor circulação de veículos.
  • Melhorar a malha cicloviária do município, promovendo um aumento de sua extensão.
  • Aumentar a quantidade de equipamentos acessíveis do município, gerando maior satisfação do usuário.
  • Diminuição dos gastos anuais com manutenção e vias públicas.
  • Reduzir os danos materiais e físicos causados pelos alagamentos nos períodos de chuva.
  • Reduzir a emissão de gás carbônico no meio ambiente.

Programa de Desenvolvimento Urbano no Município de Limteira – Desenvolve Limeira (BR-132/2019)

1. ASPECTOS GERAIS
1.1.Identificação do Programa

Programa de Desenvolvimento Urbano no Município de Limeira – Desenvolve Limeira – (BR-132/2019)

1.2. País

Brasil

1.3. MUTUÁRIO

Prefeitura Municipal de Limeira-SP

1.4.Órgão Executor

Secretaria de Municipal de Obras e Serviços Públicos

1.5.Montante do Empréstimo

O orçamento total do Programa equivale a US$ 46.250.000,00 (quarenta e seis milhões duzentos e cinquenta mil dólares norte americanos), dos quais US$ 37.000.000,00 (trinta e sete milhões de dólares norte americanos) provenientes do acordo de empréstimo celebrado pela Prefeitura Municipal de Limeira com o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata – FONPLATA e o restante, US$ 9.250.000,00 (nove milhões duzentos e cinquenta mil dólares norte americanos), correspondente à contrapartida local, de responsabilidade do Município

2. DESCRIÇÃO E OBJETIVOS
Objetivo Geral

O objetivo geral do programa é promover , nas áreas selecionadas, maior mobilidade, manejo adequado das águas pluviais e fluviais e a melhoria das condições socioambientais e circulação viária do município.

Os objetivos específicos são:

  • Redução sensível dos tempos de deslocamento entre a origem e destino dos usuários de veículos.

     

  • Eliminar os pontos de estrangulamento e congestionamento do tráfego de veículos automotores, dando mais fluidez ao trânsito.
  • Aumentar a quantidade de equipamentos acessíveis do município, gerando maior satisfação do usuário.
  • Estimular o uso de bicicletas como meio de transporte limpo.
  • Retardar o escoamento superficial e evitar a vazões de pico, promovendo o manejo adequado das águas pluviais, evitando a transferência de impacto de montante para jusantes, minimizando os riscos a desastres naturais e prevenindo danos socioambientais e econômicos.

Programa de Otimização Viária e Mobilidade Urbana de POÁ – POÁ do Futuro

1. PROGRAMA
1.1. TÍTULO

Programa de Otimização Viária e Mobilidade Urbana de Poá – POÁ DO FUTURO

1.2. TÍTULO ABREVIADO

POÁ DO FUTURO

1.3. MUTUÁRIO

Prefeitura da Estância Hidromineral de Poá – SP

1.4. TIPO OPERAÇÃO

Operação de crédito externo

1.5. PROJETO/OBJETIVO

Objetivo Geral

O objetivo geral do Programa é a melhoria da qualidade de vida da população, através de maior mobilidade urbana, manejo adequado das águas pluviais, melhores condições de circulação de pessoas em espaço público, com conforto e segurança, aumentando dessa forma sua capacidade de desenvolvimento social, ambiental, cultural e econômico.

Os objetivos específicos são:

  • Redução sensível dos tempos de deslocamento entre a origem e destido dos usuários de veículos.
  • Aumentar a velocidade média dos veículos, dando mais fluidez ao trânsito.
  • Aumentar a quantidade de equipamentos acessíveis do município, gerando maior satisfação do usuário.
  • Aumentar a malha cicloviária do município e estimular o uso de bicicletas como meio de transporte limpo.
  • Diminuição dos gastos anuais com manutenção de vias públicas.
  • Reduzir pontos de alagamentos.
  • Reduzir a emissão de gás carbônico no meio ambiente.

Programa de Desenvolvimento Urbano de Paulínia – Desenvolve Paulínia

1.1. TÍTULO

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DE PAULÍNIA – DESENVOLVE PAULÍNIA

1.2. TÍTULO ABREVIADO

DESENVOLVE PAULÍNIA

1.3. MUTUÁRIO

Prefeitura Municipal de Paulínia – SP

4. TIPO OPERAÇÃO

Operação de crédito externo

Objetivo Geral

O Programa tem por objetivo geral, o desenvolvimento do município nas áreas selecionadas, eliminando os danos materiais, físicos e psicológicos da população causados pelos alagamentos nos períodos de chuvas, prejudicando a população como um todo.

Os objetivos específicos são:

  • Reduzir o número de alagamentos que ocorrem constantemente no município de Paulínia que acarretam prejuízos materiais, econômicos e sociais a população.
  • Promover a melhoria das condições de saúde e inserção social por meio de ações de saneamento básico integradas e articuladas com outras políticas.
  • Aumentar a captação de esgoto e tratamento.
  • Aumentar a tratabilidade do esgoto.
  • Gerar mais desenvolvimento econômico na região industrial da cidade.
  • Atrair empresas novas.
  • Aumentar arrecadação de tributos.

Programa de Desenvolvimento da Faixa de Fronteira na cidade de Ponta Porã/ MS – Fronteira do Futuro

1. PROGRAMA
1.1. TÍTULO

Programa de Desenvolvimento da Faixa de Fronteira na Cidade de Ponta Porã/MS – FRONTEIRA DO FUTURO – PONTA PORÃ/MS

1.2. TÍTULO ABREVIADO

FRONTEIRA DO FUTURO – PONTA PORÃ/MS

1.3. MUTUÁRIO

Município de Ponta Porã/MS

1.4. ÓRGÃO EXECUTOR

Secretaria de Obras e Urbanismo

1.5. TIPO OPERAÇÃO

Operação de crédito externo

2. OBJETIVOS
2.1. Objetivo Geral:

Tornar o município capaz de assimilar o crescimento econômico e populacional da região e ao mesmo tempo corrigir as distorções geradas no âmbito social.

2.2. Objetivos específicos:

  • Oferecer meios alternativos de locomoção aos cidadãos.
  • Criar novas alternativas de acesso aos extremos norte-sul.
  • Ampliar a oferta de vagas nos cursos de robótica, música, dança e esportes.
  • Eliminar os pontos de alagamento ao longo da Linha internacional.
  • Oferecer ambiente atrativo para o fomento do desenvolvimento econômico da região.
  • Ampliar a oferta de vagas de estacionamento ao longo da Linha Internacional.

Contact us!

Fale conosco!